Fundamentos de Análise de Discurso – disciplina 2020.1 – Letras/UFMA

  • Captura de Tela 2020-02-20 às 09.43.42
  • Captura de Tela 2020-02-20 às 09.43.50
  • Captura de Tela 2020-02-20 às 09.44.46
  • Captura de Tela 2020-02-20 às 09.45.09
  • Captura de Tela 2020-02-20 às 09.45.25
  • Captura de Tela 2020-02-20 às 09.43.18

Cara.o.s aluna.o.s, de graduação e de pós-graduação, 

Espero que tenham tido um bom período de descanso e que estejam recarregados para nosso novo ano letivo.

Estou iniciando a divulgação das disciplinas e atividades para o semestre 2020.1, que começa logo após o carnaval. 

É com muita alegria que começo divulgando a disciplina optativa de graduação Fundamentos de Análise de Discurso. A análise de discurso é uma leitura engajada da produção social e histórica dos sentidos, que não separa intervenção teórica da intervenção política. Trata-se de um campo situado nas Ciências da Linguagem em diálogo interdisciplinar com a História, Psicologia e Psicanálise, Direito, Sociologia, Ciências Políticas, Artes e Literatura, Educação, dentre outros.

Essa disciplina é aberta a alunos de graduação de Letras, sem pré-requisito, a alunos de pós-graduação, por exemplo, de Letras e de Cultura e Sociedade, dentre outros, (como ouvintes) e a discentes de outros cursos  e de outras instituições que tenham interesse em uma leitura discursiva da produção dos sentidos de modo introdutório. Trabalharemos um breve histórico das análises de discurso e daremos um enfoque na vertente materialista do discurso (Michel Pêcheux, Eni Orlandi, Zoppi-Fontana, Marie-Anne Paveau).  Ao longo do semestre teremos pesquisadores convidados que irão contribuir com outras vertentes das Análises de discurso.

Matrículas podem ser feitas, a partir do dia 02 de marco, via SIGAA ou diretamente na Coordenação de Letras/CCH. Informações: gloria.franca@ufma.br ou nos comentários deste post.

A disciplina ocorre nas terças-ferias, de 14h às 17h, na sala B1-207, no CCH, Campus Dom Delgado/UFMA.

Iniciaremos as aulas na disciplina no dia 10 de março, dado que a primeira semana de aula será dedicada à acolhida aos calouros.

Em breve divulgo as leituras, a ementa e a sala.

Sejam todo.a.s bem-vindo.a.s!

 

 

 

 

 

Gloria França

Professora de Língua Francesa e de Linguística, do departamento de Letras e do programa de pós-graduação em Letras/Bacabal, da Universidade Federal do Maranhão. Doutora em Linguística, pelo IEL/UNICAMP, e docteure en Sciences du Langage, pela Université Paris 13 Sorbonne Paris Cité. Atualmente coordenadora de mobilidade, acolhimento e proficiência (CMAP), da Diretoria de Internacionalização / AGEUFMA. Coordenadora do Estágio obrigatório em Língua Francesa. Coordenadora do Grupo de estudos e pesquisas em Discursos, Interseccionalidades e Subjetivações (GEPEDIS/CNPq). Areas de interesse de pesquisa: questões de gênero e raça na análise do discurso ; discurso e ensino de línguas; didática de ensino de francês (FLE); brasilidade; relações França/Brasil; memória e discurso, dentre outras.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook


Gloria França

Professora de Língua Francesa e de Linguística, do departamento de Letras e do programa de pós-graduação em Letras/Bacabal, da Universidade Federal do Maranhão. Doutora em Linguística, pelo IEL/UNICAMP, e docteure en Sciences du Langage, pela Université Paris 13 Sorbonne Paris Cité. Atualmente coordenadora de mobilidade, acolhimento e proficiência (CMAP), da Diretoria de Internacionalização / AGEUFMA. Coordenadora do Estágio obrigatório em Língua Francesa. Coordenadora do Grupo de estudos e pesquisas em Discursos, Interseccionalidades e Subjetivações (GEPEDIS/CNPq). Areas de interesse de pesquisa: questões de gênero e raça na análise do discurso ; discurso e ensino de línguas; didática de ensino de francês (FLE); brasilidade; relações França/Brasil; memória e discurso, dentre outras.

Vous aimerez aussi...

Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée.

Ce site utilise Akismet pour réduire les indésirables. En savoir plus sur comment les données de vos commentaires sont utilisées.

Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search